QUEM SOMOS ?

QUEM SOMOS ?
Marcos e Josilene Deco, unidos pelo segundo matrimônio, somos pais de 6 filhos, sendo 4 do meu primeiro casamento e 2 do primeiro casamento dela. Conheço Yeshua nosso salvador desde 1995 e a Josilene nasceu numa família de crentes. Ela formada em Serviço social e eu cursando Letras. Fui consagrado ao ministério pastoral em 2003, iniciei um processo de conhecimento das Raízes da fé judaica, o qual me entreguei totalmente. Hoje trabalhamos para o reino de forma mais liberal, sem vínculos eclesiásticos, mas servindo ao corpo naquilo que possível. Nossa função tanto no blog quanto em toda a nossa vida é testemunhar a salvação por nós recebida pela fé no Mashiach Yeshua. Amém.

terça-feira, 13 de março de 2018


                                           Entendemos errado???  A fé não é o suficiente para salvar?


De que adianta, meus caros irmãos, alguém proclamar sua fé, se não tem obras? Acaso essa fé pode salvá-lo?  Se um irmão ou uma irmã estiverem necessitados de roupa e passando privação do alimento de cada dia,  e qualquer dentre vós lhes disser: “Ide em paz, aquecei-vos e comei até satisfazer-vos”, porém sem lhe dar alguma ajuda concreta, de que adianta isso?  Desse mesmo modo em relação a fé: por si só, se não for acompanhada de obras, está morta. 





     Entretanto, alguém poderá afirmar: “Tu tens fé, e eu tenho as obras; mostra-me tua fé sem obras, e eu te demonstrarei minha fé mediante as obras que realizo”.  Crês, tu, na existência de um só Deus? Fazes bem! Até mesmo os demônios crêem e tremem!  Queres pois, assegurar-te, ó homem insensato, de que a fé sem obras é de fato inútil?  Ora, não foi Abraão, nosso pai na fé, justificado por obras, quando ofereceu seu próprio filho Isaque sobre o altar?  Vês dessa forma que tanto a fé como as obras estavam agindo juntas, e a fé foi aperfeiçoada pelas obras.  Cumpriu-se, assim, a Escritura que declara:  “Abraão creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça”, e ele foi chamado amigo de Deus.  Observais que uma pessoa é justificada por meio das suas ações, e não simplesmente por dizer que crê.  Exemplo semelhante é o de Raabe, a meretriz: não foi ela aceita por Deus pelas obras, quando acolheu os mensageiros de Israel e os conduziu à liberdade por um outro caminho?  Portanto, assim como o corpo sem espírito está morto, da mesma forma a fé sem obras está morta. 

Tiago 2. 14 - 26
Para adentrar este assunto, quero frisar as perguntas que estão inseridas no texto: Leia somente as perguntas sem tentar responder.


   1)    De que adianta, meus caros irmãos, alguém proclamar sua fé, se não tem obras? 

   2)    Acaso essa fé pode salvá-lo? 

   3)    ...porém sem lhe dar alguma ajuda concreta, de que adianta isso?

   4)    Queres pois, assegurar-te, ó homem insensato, de que a fé sem obras é de fato inútil?

   5)    Ora, não foi Abraão, nosso pai na fé, justificado por obras, quando ofereceu seu próprio filho Isaque sobre o altar? 

  6)    ...não foi ela aceita por Deus pelas obras, quando acolheu os mensageiros de Israel e os conduziu à liberdade por um outro caminho?

Vamos responde-las:



Respostas:

  

       1)    As obras são o fruto de sua fé. Você não faz algo para ser salvo, mas faz as obras porque já creu, porque se não acreditasse não faria.

Ao que Pedro exclamou: “Senhor! Se és tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as águas”.  Então Jesus lhe responde: “Vem!” E Pedro, deixando o barco, andou por sobre as águas e foi na direção de Jesus. 
(Mateus 14. 28,29)

(Pedro diz: Se és tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as aguas...) Yeshua então diz: “Vem”. Ora, como Pedro tinha certeza que era o Mashiach? Ele não tinha. E porque ele foi? Porque acreditava,  confiava. E como sabemos que Pedro acreditou, confiou? Porque ele demostrou através das obras, podemos ver que ele acreditava/confiava no Mashiach.
Viu como a fé, a confiança anda de mãos dadas com as obras. Eu somente percebo a fé de Pedro porque ele andou sobre as aguas, e quando ele afunda, percebemos sua fé oscilando. Veja como a fé está intrinsicamente ligada as obras, diria até, inseparável. E digo mais: Se Pedro não fosse ao encontro do Mashiach, o chamaríamos de homem de pouca fé, sabia?

Após oito dias, os discípulos estavam reunidos ali outra vez, e Tomé estava com eles. As portas estavam trancadas; quando Jesus apareceu, pôs-se no meio deles e disse: “A paz seja convosco!”  Então dirigiu-se a Tomé, dizendo: “Coloca o teu dedo aqui; vê as minhas mãos. Estende tua mão e coloca-a no meu lado. Agora não sejas um incrédulo, mas crente.”
João 20.26,27.
As nossas atitudes  revelam nossa fé ou a falta dela. Não podemos  dizer que tenho fé se não tenho obras de fé.


      2)    Eu poderia responder imediatamente não para essa pergunta e caso você tenha esquecido, a pergunta é ( Acaso essa fé pode salva-lo?) Você imediatamente me viria com:
Porquanto, pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem por intermédio das obras, a fim de que ninguém venha a se orgulhar por esse motivo. Pois somos criação de Deus, realizada em Cristo Jesus para vivermos em boas obras, as quais Deus preparou no passado para que nós as praticássemos hoje. Efésios 2. 8 – 10

Estaria Tiago e Paulo entrando em choque?

Para não alongarmos em demasia este estudo, vamos pausar e na terça feira  20/03/18, daremos continuidade resolvendo então este “choque” teológico.

Até lá.
Marcos Déco

                            Data de lançamento do livro
19/04/18
 




Nenhum comentário: